A disciplina estuda a elaboração, normalização e uso das linguagens documentárias pós-coordenadas (vocabulário controlado e tesauro), apoiando-se conceitual e metodologicamente na Documentação, Linguística e Terminologia. Objetiva capacitar o aluno a elaborar um tesauro documentário. Aborda as novas tendências dos Sistemas de Organização do Conhecimento.
Aborda a ação cultural do bibliotecário e profissional da informação a partir dos problemas estruturais e institucionais do Brasil contemporâneo, manifestos na violência simbólica, discriminação e silenciamentos dos grupos não hegemônicos, e na desigualdade do acesso, produção e disseminação da informação e da cultura. Discute as possibilidades do profissional interagir junto às dinâmicas sociais transformadoras, nas quais os projetos culturais são meios para provocar as mudanças. Transita entre a teoria e a prática criativa e política.